sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Klara e o Sol, de Kazuo Ishiguro

Tradução: Maria de Fátima Carmo 

Editor: Gradiva Edição: março de 2021

Algumas informações sobre o autor:

Kazuo Ishiguro nasceu em Nagasáqui, no Japão, em 1954, e vive na Grã-Bretanha desde os cinco anos. Recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 2017 e a sua obra está traduzida em mais de quarenta línguas.

Outros livros do autor: 

Os Despojos do Dia (1989, vencedor do Booker Prize; adaptado ao cinema); 

Os Inconsolados (1995, vencedor do Cheltenham Prize); 

Quando Éramos Órfãos (2000, nomeado para o Booker Prize); 

Nunca me Deixes (2005, nomeado para o Booker Prize, adaptado ao cinema); 

Nocturnos (2009, contos); 

O Gigante Enterrado (2015); 

Um Artista do Mundo Flutuante (2018).

A personagem principal da obra, Klara, é um androide, uma amiga artificial inteligente, boa observadora e que, apesar de não dominar as emoções humanas, não é uma mera máquina, um mero aspirador.  É pelos seus olhos que vemos o mundo dos humanos.

Inicialmente, ela observa com atenção o comportamento dos que entram na loja para apreciar os artigos e dos que passam na rua e se detêm a olhar as montras.
Acalenta a esperança de que entre um cliente que a escolha como companheira para o crescimento das crianças, mas, quando surge essa possibilidade, Klara é aconselhada a não se fiar muito nas promessas dos seres humanos. Será que esse conselho se justifica?

A verdade é que o final, ainda que espectável, deixou-me "de coração apertado".

A Inteligência Artificial tem, portanto, um papel central nesta obra-prima do vencedor do Nobel de Literatura, Kazuo Ishiguro. No entanto, mais do que falar sobre androides e máquinas, o romance aborda, de forma primorosa, relacionamentos diversos (familiares, amorosos, fraternais) e levanta uma importante questão: o que é que nos torna humanos? O que significa ser humano? Será o coração?

É um romance extraordinário atravessado pela tecnologia, pela ecologia, por novas desigualdades sociais trazidas pela elite académica e pela manipulação genética, que levanta questões sobre as quais importa começar a refletir de forma atempada, pois este futuro é já amanhã!

Este livro foi apresentado em todas as turmas do 10º Ano.

Requisita-o na nossa BE e consulta o Clube de Leitura, sempre disponível para te orientar! 


terça-feira, 28 de setembro de 2021

Virginia Woolf, A Cortina da Senhora Lugton

Que lindo livro!

As magníficas ilustrações são de Magali Attiogbé e a edição é da Relógio d’Água. Foi registado na nossa BE com o número 13450.

Trata-se de uma edição bilingue, o que permitirá um bom treino do vocabulário e da estrutura frásica em inglês.

Virginia Woolf escreveu esta história infantil para a sobrinha em 1924. Uma cortina de pano azul transforma-se, quando a costureira adormece, num espaço vivo, cheio de animais selvagens desejosos de se libertarem da grande ogra Lugton.

Que bom estímulo à imaginação, pensar que quando adormecemos os objetos, os animais, as flores dos quadros, dos tecidos… ganham vida…

Este livro já foi apresentado nas turmas do 7º Ano da Escola Cristina Torres.

Venham requisitá-lo!

O Desassossego da Noite, de Marieke Lucas Rijneveld

Este livro foi editado em Portugal pela D. Quixote, em maio de 2021. É o primeiro romance da autora, uma jovem de 30 anos, dos Países Baixos, que cresceu numa família de agricultores pertencentes à Igreja Reformada.

Quando leres o livro vais perceber a importância desta referência à religião da família e vais perceber também que a ligação à terra e aos animais na infância de Marieke foram determinantes para a escrita desta história.

A história é muito intensa, perturbadora até, com um desfecho que nos dá vontade de o reescrever. Tudo começa com a morte do irmão mais velho de Cas, a menina de 12 anos que é narradora e personagem. E essa morte tão dolorosa foi desejada por Cas. Imagina o sentimento de culpa que ela vai desenvolver… o sofrimento ao ver como os pais se desintegram de dor pelo luto. Ao mesmo tempo que nos fala desse luto, Cas vai crescendo na sua adolescência, com as angústias, a curiosidade, os medos.

Se gostas de ficar submerso na leitura, tens de ler este livro.

Podes, depois, ver esta referência:

https://blimunda.josesaramago.org/deus-nunca-morou-aqui/

E podes vir conversar com o Clube de Leitura sobre este ou outros livros.

O número de registo d’ O Desassossego da Noite é 13 421.

Está na BE, à tua espera! 

Livro apresentado ao 12º ano, nas Leituras porta a porta.

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada, Quem era Sophia?

Mais um bom livro para os mais novos sobre “Grandes Vidas Portuguesas – Portugal de ontem, de hoje e de sempre, através das vidas de quem o fez grande”, edição que resulta de uma parceria entre a Pato Lógico e a Imprensa Nacional. A coleção é vasta e vale bem a pena, pois divulga, no formato da biografia, figuras como Fernando Pessoa, Aristides de Sousa Mendes, Alfredo Keil, Marquesa de Alorna entre outros.

Este volume, dedicado a Sophia de Mello Breyner Andresen, é ilustrado por magníficos desenhos de Sara Feio, que muito o enriquecem. O texto, das famosas escritoras da coleção Uma Aventura, é muito acessível, num registo que os mais novos certamente apreciarão.

Uma excelente forma de entrar no género literário da biografia.

Requisita o livro na nossa BE, procura o número 13 424.

  

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Tanta gente, Mariana, de Maria Judite de Carvalho

Maria Judite de Carvalho nasceu a 18 de setembro de 2021. Faz hoje 100 anos. E faleceu a 18 de janeiro de 1998.

Recebeu o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, entre outros.

Este livro que o Clube de Leitura recomenda vivamente, Tanta gente, Mariana, que saiu em 1959, integra nove contos curtos, o mais longo é o que dá título à obra. Comum a todos eles é uma atmosfera de solidão profunda que carateriza as personagens principais, uma consciência de que estamos na vida sozinhos e na morte também. Assim, sem meias palavras.

Também comum a todos os contos é o mundo feminino da desigualdade de direitos e de oportunidades, a violência que se sofre só porque se nasceu mulher.

Com o número de registo 10390, encontras este livrinho à tua espera na BE. Aproveita para celebrares os 100 anos do nascimento da escritora!

Procura o Clube de Leitura para alguma orientação de que precises.

18 de setembro de 2022

Novidade

Klara e o Sol, de Kazuo Ishiguro

Tradução: Maria de Fátima Carmo  Editor: Gradiva Edição: março de 2021 Algumas informações sobre o autor: Kazuo Ishiguro nasceu em Nag...